Marcus Steinweg

  ESSAYS


 
João Urbano
  ESSAYS




 
Daniel Innerarity
O futuro é algo com o qual devemos manter boas relações porque desempenha um papel muito importante nas nossas vidas, pessoais e colectivas. O mais imprescindível dos livros de auto-ajuda deveria intitular-se, precisamente, «O futuro, manual de instruções». O futuro parece a coisa mais simples do mundo: encontrar-nos-emos com ele façamos o que façamos; quem quiser conhecê-lo, apenas tem de esperar um pouco e ver... No entanto, é um espaço complexo, aberto e desconhecido, que ameaça ou promete demasiado, que inquieta e atrai, onde quem o maltrata acabará por pagar um preço elevado. Nada mais inevitável e, simultaneamente, fácil de eliminar.
  ESSAYS




 
João Urbano e Jorge Leandro Rosa
  ESSAYS


 
Hermínio Martins

A few years ago a Minister of Education in a EU country pronounced on an official occasion: “the school is a firm”. By the same token, one could also say, “the university is a firm” (not just private universities), “the Church is a firm” (not meaning just the Vatican bank), the “State is a firm” (the State as such, generically, not just kleptocratic or patrimonialist states), or even “the family is a firm” (not just “family firms”), even though conventional textbook economics in the West (e.g. Paul Samuelson’s textbook) used to distinguish sharply between “firms” and “households”

  ESSAYS




 
Aécio Amaral
  ESSAYS


 
Pedro P Ferreira


  ESSAYS




 
Cecilia Diaz-Isenrath, Emerson Freire and Pedro P Ferreira
  ESSAYS




 
Jorge Leandro Rosa
  ESSAYS


 
Luís Quintais

  ESSAYS


 
Jens Hauser
  ESSAYS




 

© Todos os direitos reservados.   Privacy policy
 
 X